Arquivo da categoria: Educação Ambiental

Cinema itinerante apresenta “Peixes de Água Doce – a Arte da Pesquisa” em municípios do Rio Grande

No mês de setembro o documentário “Peixes de Água Doce – a Arte da Pesquisa” foi exibido em cinema itinerante nos dez municípios ribeirinhos ao Rio Grande que participam do projeto: Bocaina de Minas, Liberdade, Bom Jardim de Minas, Itutinga, Ijaci, Lavras, Ribeirão Vermelho, Passos, São José da Barra e São João Batista do Glória. Ao todo, foram realizadas 14 exibições que contaram com um público de aproximadamente 1.500 pessoas.

O documentário mostra de maneira inédita imagens subaquáticas dos hábitos e comportamentos da fauna de peixes desde a nascente do Rio Grande na Serra da Mantiqueira até a região do médio Rio Grande, a jusante da barragem de Furnas. Para a transmissão do conhecimento obtido com a pesquisa foram realizadas oficinas de educação ambiental em escolas públicas dos 10 municípios de abrangência do projeto, e alguns momentos das oficinas também são mostrados no documentário.

Além da exibição do documentário, o evento contou com apresentação musical de Allan Paiva, que alegrou o cinema itinerante com música popular brasileira, e ao final do evento foram distribuídos ao público bolsas ecológicas contendo o livro educativo, camisetas e um DVD do documentário.

Gostaríamos de agradecer às Prefeituras Municipais que através das Secretarias de Educação e Cultura nos apoiaram, tanto na realização do cinema itinerante, como no acompanhamento das oficinas de educação ambiental realizadas ao longo do projeto. Agradecemos também o apoio das escolas, comitês de bacia, populações locais, incluindo ribeirinhos e pescadores, e instituições parceiras. Todos vocês contribuíram para o desenvolvimento com sucesso do projeto!

E dessa forma, encerramos o projeto na Bacia do Rio Grande, acreditando que esse conhecimento produzido possa contribuir para a conservação dos recursos naturais, e que esse trabalho desenvolvido possa ser uma semente de esperança em prol do “futuro que queremos”, a principal temática discutida na Rio+20. Que esse futuro seja mais justo, tenha sustentabilidade, mais rios saudáveis e consequentemente mais peixes.

Bocaina de Minas
Exibição do documentário em Bocaina de Minas
Bom Jardim
Exibição do documentário em Bom Jardim
Bom Jardim (Taboão)
Exibição do documentário em Bom Jardim (Taboão)
Ijaci
Exibição do documentário em Ijaci
Itutinga
Exibição do documentário em Itutinga
Lavras (Funil)
Exibição do documentário em Lavras (Funil)
Lavras
Exibição do documentário em Lavras
Liberdade
Exibição do documentário em Liberdade
Passos (Escola Municipal Oilda Valéria)
Exibição do documentário em Passos (Escola Municipal Oilda Valéria)
Passos
Exibição do documentário em Passos
Ribeirão Vermelho
Exibição do documentário em Ribeirão Vermelho
São João Batista do Glória
Exibição do documentário em São João Batista do Glória
São José da Barra (Escola Estadual de Furnas)
Exibição do documentário em São José da Barra (Escola Estadual de Furnas)
São José da Barra
Exibição do documentário em São José da Barra

 

Documentário do projeto será lançado em Belo Horizonte na Estação Ecológica da UFMG

Nos dias 22 e 23 de outubro, o Projeto Peixes de Água Doce participará da II FECATEC – Feira Interinstitucional de Ciências Aplicadas e Tecnológicas, realizada pela Coordenação de Divulgação Científica da Estação Ecológica da UFMG, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte.

Durante o evento, a equipe do projeto ministrará oficinas de Educação Ambiental e exibirá o documentário ‘Peixes de Água Doce: a Arte da Pesquisa’.

O lançamento do documentário será no dia 22, às 15h, na Estação Ecológica da UFMG. Em seguida haverá coquetel e distribuição de brindes. Venha conferir!

Livro educativo sobre os peixes do Rio Grande é distribuído nas escolas e instituições locais

O livro educativo “Peixes de Água Doce, Teoria e Prática nas Escolas: Bacia do Rio Grande” apresenta parte dos resultados da pesquisa de história natural dos peixes e dos trabalhos de educação ambiental do Projeto Peixes de Água Doce na Bacia do Rio Grande em Minas Gerais. O conhecimento produzido pelo projeto é transmitido nesta publicação através de uma linguagem acessível aos jovens, população ribeirinha e qualquer pessoa interessada no tema. Além das informações relativas aos peixes, seu habitat e comportamento, o livro apresenta também as metodologias utilizadas nas oficinas realizadas pelo projeto, e traz, em encarte, um DVD com imagens subaquáticas das espécies do Rio Grande que podem ser utilizadas em atividades de educação ambiental.

Capa Livro

Para apresentação e distribuição do livro educativo à rede escolar e instituições locais nas regiões da nascente, alto e médio Rio Grande, de maio a julho de 2015 foi realizado o último ciclo de oficinas de educação ambiental nos dez municípios abrangidos pelo projeto e também em Belo Horizonte.

No primeiro momento da oficina foi apresentado o livro educativo, que além da diversidade e abrangência de seu conteúdo, teve a capa, a contracapa e as bordas ilustradas com os desenhos feitos pelos alunos durante as oficinas de pintura e origami. Através dos vários capítulos, foram recordados com os alunos os conteúdos ministrados ao longo das oficinas, como a metodologia da pesquisa de história natural, os tipos de mergulho utilizados, a área de abrangência do projeto, a caracterização das três regiões onde a pesquisa aconteceu, os peixes encontrados em cada uma dessas regiões e as metodologias utilizadas nas oficinas de educação ambiental.

Após a apresentação do conteúdo, foi exibido o DVD que acompanha o livro, contendo vídeos organizados em temas como: ambientes, mergulhos, cardume, habitat, alimentação e impactos. Desta forma, esta publicação constitui uma valiosa contribuição para os professores utilizarem na sala de aula.

Depois de assistirem alguns dos vídeos, os alunos se reuniram em grupos e tiveram a oportunidade de folhear o livro para apreciar e recordar os temas trabalhados nas oficinas. Os livros foram recolhidos e iniciou-se uma gincana composta de atividades que ajudaram a avaliar de forma bastante lúdica o conhecimento adquirido ao longo do projeto. As atividades variaram entre perguntas formais, desenhos de espécies de peixes e representação teatral de alguns comportamentos dessas espécies.

A oficina foi bastante animada e participativa e, ao final, foi entregue um exemplar do livro para cada aluno, e também para a biblioteca da escola, em uma quantidade suficiente para que os professores possam levar esse conhecimento gerado sobre a Bacia do Rio Grande para mais alunos.

As secretarias municipais de educação, bibliotecas públicas e comitês de bacia hidrográfica das três regiões abrangidas pelo projeto no Rio Grande também foram contemplados com exemplares do livro educativo, que foi muito bem recebido por todos.

1-Bocaina de Minas – Escola Estadual Cônego João Severo
Bocaina de Minas – Escola Estadual Cônego João Severo
2-Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Manhã)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Manhã)
3-Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Tarde)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Tarde)
18-Liberdade – Escola Estadual Frei José Wulff
Liberdade – Escola Estadual Frei José Wulff
19-Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Manhã)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Manhã)
20-Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Tarde)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Tarde)
4-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 1)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 1)
5-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 2)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 2)
6-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal São Sebastião
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal São Sebastião
7-Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 1)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 1)
8-Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina2)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 2)
9-Ijaci – Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
Ijaci – Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
10-Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Oficina 1)
Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 1)
11-Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Oficina 2)
Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 2)
13-Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite
Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite (Manhã)
12-Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite (tarde)
Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite (Tarde)
14-Itutinga – Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva (Manhã)
Itutinga – Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva 
15-Lavras – Escola Municipal José Luís Mesquita
Lavras – Escola Municipal José Luís Mesquita
16-Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Manhã)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Manhã)
17-Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Tarde)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Tarde)
21_ribeir_o vermelho e. e. antonio novaes
Ribeirão Vermelho – Escola Estadual Antônio Novais
Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho
Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho
22-Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Oficina1)
Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 1)
24_passos e. m. hilarino morais of 2
Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 2)
25_passos e. m. oilda val_ria silveira
Passos – Escola Municipal Oilda Valéria
26_s_o jo_o batista do gl_ria e. m. clotilde de simone  m
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Manhã)
27-São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Tarde)
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Tarde)
28-São José da Barra – Escola Estadual de Furnas
São José da Barra – Escola Estadual de Furnas
29-São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Manhã)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Manhã)
30-São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Tarde)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Tarde)
31_Secretarias Municipais de Educação de Bocaina de Minas, Liberdade, Ijaci, Itutinga, São João Batista do Glória e Passos
Secretarias Municipais de Educação de Bocaina de Minas, Liberdade, Ijaci, Itutinga, São João Batista do Glória e Passos
32 - Belo Horizonte - CP UFMG (oficina 1)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico UFMG (Turma 1)
33 - Belo Horizonte - CP UFMG (oficina 2)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico UFMG (Turma 2)
34 - Belo Horizonte - CP UFMG (oficina 3)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico UFMG (Turma 3)
35 - Belo Horizonte – Escola Estadual Leopoldo de Miranda
Belo Horizonte -Escola Estadual Leopoldo de Miranda
36-Belo Horizonte – Escola Municipal Antonio Aleixo
Belo Horizonte – Escola Municipal Antônio Aleixo
37-Belo Horizonte – Colégio Pitágoras
Belo Horizonte – Colégio Pitágoras

Oficinas de escultura mostram percepção morfológica dos peixes pelos alunos

Dando continuidade às oficinas de Educação Ambiental, nos meses de fevereiro e março de 2015, foi realizado mais um ciclo de oficinas temáticas em escolas dos dez municípios abrangidos pelo projeto e também em Belo Horizonte. Desta vez a atividade escolhida para o momento lúdico do fazer artístico foi a escultura, uma linguagem da arte que permite explorar a tridimensionalidade.

No primeiro momento da oficina foram exibidos aos participantes trechos das filmagens realizadas pela equipe de pesquisadores, mostrando: habitat de algumas espécies de peixes do Rio Grande, variados comportamentos dessas espécies e também, numa abordagem bastante atual, impactos causados ao rio que contribuem para a problemática da falta de água que vem ocorrendo em vários locais do país.

Após uma roda de conversa onde pode-se tirar dúvidas e tecer comentários acerca do que viram nos vídeos, os participantes tiveram a oportunidade de ressignificar o aprendizado através da modelagem de esculturas de argila que representassem as espécies de peixes do Rio Grande.

Enquanto na pintura os alunos mostraram os peixes, os ambientes subaquáticos e as diferentes características das três regiões abrangidas pelo projeto, na escultura, percebeu-se que a maior preocupação na representação foi a morfologia das diversas espécies. Assim foram representadas desde características mais óbvias como as listras negras dos flamenguinhos e as pintas dos piaus-três-pintas, como também itens mais sutis, entre eles os barbilhões dos mandis e a longa nadadeira caudal do sarapó, além de representações do habitat das espécies e outros comportamentos, como o cuidado parental dos carás.

Dessa forma conclui-se que a escolha da escultura como linguagem da arte, para esse quinto ciclo de oficinas temáticas, desenvolveu nas crianças e jovens a percepção tridimensional da forma, revelada na preocupação de representar com a maior fidelidade detalhes que caracterizam cada espécie de peixe.

1-Bocaina de Minas - Escola Estadual Cônego João Severo
Bocaina de Minas – Escola Estadual Cônego João Severo
2-Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Manhã)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Manhã)
3-Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Tarde)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Tarde)
4-Liberdade – Escola Estadual Frei José Wulff
Liberdade – Escola Estadual Frei José Wulff
5-Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Manhã)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Manhã)
6-Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Tarde)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Tarde)
7-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 1)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 1)
8-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 2)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Turma 2)
9-Bom Jardim de Minas – Escola Municipal São Sebastião
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal São Sebastião
10-Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 1)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 1)
11-Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 2)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Turma 2)
12-Ijaci - Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
Ijaci – Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
13-Ijaci - Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 1)
Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 1)
14-Ijaci - Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 2)
Ijaci – Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes (Turma 2)
15-Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite
Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite
16-Itutinga - Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva (Manhã)
Itutinga – Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva (Manhã)
17-Itutinga - Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva (Tarde)
Itutinga – Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva (Tarde)
18-Lavras – Escola Municipal José Luís Mesquita
Lavras – Escola Municipal José Luís Mesquita
19-Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Manhã)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Manhã)
20-Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Tarde)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Vicente Ferreira (Tarde)
21-Ribeirão Vermelho – Escola Estadual Antonio Novais
Ribeirão Vermelho – Escola Estadual Antonio Novais
22-Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho
Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho
23-Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 1)
Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 1)
24-Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 2)
Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Turma 2)
25-Passos – Escola Municipal Oilda Valéria
Passos – Escola Municipal Oilda Valéria
26-São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Manhã)
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Manhã)
27-São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Tarde)
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Tarde)
28-São José da Barra – Escola Estadual de Furnas
São José da Barra – Escola Estadual de Furnas
29-São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Manhã)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Manhã)
30-São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Tarde)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Tarde)
31-Belo Horizonte – Colégio Pitágoras
Belo Horizonte – Colégio Pitágoras
32-Belo Horizonte – Escola Estadual Leopoldo de Miranda
Belo Horizonte – Escola Estadual Leopoldo de Miranda
33-Belo Horizonte – Escola Municipal Antonio Aleixo
Belo Horizonte – Escola Municipal Antonio Aleixo
34-Belo Horizonte – Escola Municipal Marconi
Belo Horizonte – Escola Municipal Marconi

Oficinas de educação ambiental são realizadas utilizando a técnica de origami

Entre os meses de setembro e novembro de 2014 foi realizado o quarto ciclo de oficinas nas escolas dos dez municípios da Bacia do Rio Grande e também nas escolas parceiras em Belo Horizonte, utilizando a técnica oriental do origami (dobradura de papel).

A oficina iniciou-se com a exibição de trechos selecionados das filmagens realizadas pela equipe de pesquisadores do projeto. Os vídeos escolhidos mostravam os tipos de mergulho e a dinâmica de trabalho dos mergulhadores em local de águas turbulentas, comportamentos curiosos das espécies de peixes, como cuidado parental, hábitos alimentares, estratégias de predação e de defesa, e os diferentes habitats em que vivem as espécies no Rio Grande. Em Belo Horizonte foi exibido mais um capítulo do documentário “Peixes do Velho Chico”.

Após a exibição dos vídeos, numa roda de conversa, foram esclarecidas as dúvidas e os participantes tiveram a oportunidade de acrescentar seus conhecimentos acerca dos temas abordados.

Na segunda parte da oficina a metodologia de artes utilizada foi a técnica mista. Primeiramente foi desenvolvido o origami e depois de dobrados os peixes, os alunos os decoraram conforme as espécies observadas nos vídeos. Em seguida, em uma folha de papel, criaram com desenho e colagem um ambiente de fundo do rio para colar os origamis de peixes. Foram distribuídos aos alunos os materiais necessários para realização da atividade e sugerido que escolhessem, a partir da exibição dos vídeos, como fonte de inspiração para a execução do trabalho, o que mais lhes tivesse chamado atenção.

O resultado das composições artísticas foi bastante interessante, pois a maioria dos alunos expressou os conhecimentos adquiridos através da exibição dos vídeos, representando comportamentos peculiares como: cardumes mistos de flamenguinhos e piaus-três-pintas, cará cuidando dos filhotes, o cascudo-abacaxi em seu habitat, o “beijo” da curimba no substrato, e o mergulhador realizando as filmagens subaquáticas, entre outros. Assim como na oficina de pintura, também pode-se observar que surgiram nos trabalhos artísticos, elementos presentes no cotidiano que enriqueceram as composições, como a figura do pescador, montanhas, cachoeiras e atividades humanas presentes na região.

Bocaina de Minas - Escola Estadual Cônego João Severo
Bocaina de Minas – Escola Estadual Cônego João Severo
Trabalho de aluno da  Escola Estadual Cônego João Severo
Trabalho de aluno da Escola Estadual Cônego João Severo
Bocaina de Minas - Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 1)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 1)
2 - Bocaina de Minas - Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 1) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 1)
3 - Bocaina de Minas - Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 2)
Bocaina de Minas – Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 2)
3 - Bocaina de Minas - Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Álvaro Benfica (Oficina 2)
4 - Liberdade - Escola Estadual Frei José Wulff
Liberdade – Escola Estadual Frei José Wulff
4 - Liberdade - Escola Estadual Frei José Wulff origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual Frei José Wulff
5 - Liberdade - Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 1)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 1)
5 - Liberdade - Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 1) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 1)
6 - Liberdade - Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 2)
Liberdade – Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 2)
6 - Liberdade - Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Professor José Estevão (Oficina 2)
7 - Bom Jardim de Minas - Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 1)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 1)
7 - Bom Jardim de Minas - Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 1) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 1)
8 - Bom Jardim de Minas - Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 2)
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 2)
8 - Bom Jardim de Minas - Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Monsenhor Nardy (Oficina 2)
9 Bom Jardim de Minas - Escola Municipal São Sebastião
Bom Jardim de Minas – Escola Municipal São Sebastião
9 Bom Jardim de Minas - Escola Municipal São Sebastião origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal São Sebastião
10 - Ijaci - Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 1)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 1)
10 - Ijaci - Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 1) origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 1)
11 - Ijaci - Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 2)
Ijaci – Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 2)
11 - Ijaci - Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual Mauricio Zakhia (Oficina 2)
12 - Ijaci - Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
Ijaci – Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
12 - Ijaci - Escola Municipal Maria Luiza da Paixão origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Maria Luiza da Paixão
13 - Ijaci - Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes
Ijaci – Escola Municipal Prof Emílio Luis Lunkes
13 - Ijaci - Escola Municipal Prof Emilio Luis Lunkes origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Prof Emílio Luis Lunkes
14 Itutinga - Escoal Estadual Jaime Ferreira Leite
Itutinga – Escola Estadual Jaime Ferreira Leite
14 Itutinga - Escoal Estadual Jaime Ferreira Leite origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual Jaime Ferreira Leite
15 - Itutinga - Escola Municipal Erineia Maria Inacia de Carvalho Silva
Itutinga – Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva
15 - Itutinga - Escola Municipal Erineia Maria Inacia de Carvalho Silva origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Erineia Maria Inácia de Carvalho Silva
16 - Lavras - Escoal Municipal José Luís Mesquita
Lavras – Escola Municipal José Luís Mesquita
16 - Lavras - Escoal Municipal José Luís Mesquita origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal José Luís Mesquita
17 - Lavras - Escoal Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 1)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 1)
17 - Lavras - Escoal Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 1) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 1)
18 - Lavras - Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 2)
Lavras – Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 2)
18 - Lavras - Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Sebastião Ferreira (Oficina 2)
19 - Ribeirão Vermelho - Escoal Estadual Antonio Novais
Ribeirão Vermelho – Escola Estadual Antonio Novais
19 - Ribeirão Vermelho - Escoal Estadual Antonio Novais origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual Antonio Novais
20 - Ribeirao Vermelho - Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 1)
Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 1)
20 - Ribeirao Vermelho - Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 1) Origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 1)
21 - Ribeirão Vermelho - Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 2)
Ribeirão Vermelho – Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 2)
21 - Ribeirão Vermelho - Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 2) origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Manuel Pereira Ramalho (Oficina 2)
22 - Passos - Escola Municipal Hilarino Moraes (Oficina 1)
Passos – Escola Municipal Hilarino Moraes (Oficina 1)
22 - Passos - Escola Municipal Hilarino Moraes (Oficina 1) Origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Hilarino Moraes (Oficina 1)
23 - Passos - Escola Municipal Professor Hilarino Moraes (Oficina 2)
Passos – Escola Municipal Professor Hilarino Moraes (Oficina 2)
23 - Passos - Escola Municipal Professor Hilarino Moraes (Oficina 2) Origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Professor Hilarino Moraes (Oficina 2)
24 - Passos - Escola Municipal Oilda Valéria
Passos – Escola Municipal Oilda Valéria
24 - Passos - Escola Municipal Oilda Valéria - origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Oilda Valéria
25 - São João Batista do Glória - Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 1)
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 1)
25 - São João Batista do Glória - Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 1) Origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 1)
26 - São João Batista do Glória - Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 1)
São João Batista do Glória – Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 2)
26 - São João Batista do Glória - Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 2) - Origami
Trabalho de aluno da Escola Municipal Clotilde de Simone (Oficina 2)
27 - Sao José da Barra - Escola Estadua de Furnas
São José da Barra – Escola Estadual de Furnas
27 - Sao José da Barra - Escola Estadua de Furnas - Origami
Trabalho de aluno da Escola Estadual de Furnas
28 - São José da Barra - Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 1)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 1)
28 - Origami - São José da Barra - Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 1)
Trabalho de aluno da Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 1)
29 - São José da Barra - Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 2)
São José da Barra – Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 2)
29 - Origami - São José da Barra - Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 2)
Trabalho de aluno da Escola Estadual Juscelino Kubitschek (Oficina 2)
30 - Belo Horizonte - Colégio Pitágoras
Belo Horizonte – Colégio Pitágoras
31 - Belo Horizonte - Centro Pedagógico da UFMG (1)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico da UFMG (Oficina 1)
32 - Belo Horizonte - Centro Pedagógico da UFMG (2)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico da UFMG (Oficina 2)
33 - Belo Horizonte - Centro Pedagógico da UFMG (3)
Belo Horizonte – Centro Pedagógico da UFMG (Oficina 3)
34 - Belo Horizonte - Escola Estadual Leopoldo de Miranda
Belo Horizonte – Escola Estadual Leopoldo de Miranda
35 Belo Horizonte - Escola Municipal Antonio Aleixo
Belo Horizonte – Escola Municipal Antonio Aleixo